Páginas

domingo, 10 de novembro de 2013

FEIRA DE TROCA DE LIVROS E GIBIS NO FESTIVAL DE SÃO MIGUEL

Fotos e Texto: João B. A. Neto
O Festival do Livro e da Literatura de São Miguel, realizado nos dias 7, 8 e 9 de novembro, contou com inúmeras atrações espalhadas por toda a Zona Leste. Ele foi muito bem organizado pela Fundação Tide Setubal, e realizado com a colaboração de vários parceiros estratégicos, incluindo a participação de nossa Secretaria Municipal de Cultura - SMC. O destaque, aqui, é dado à Feira de Troca de Livros e Gibis, realizada pelos Serviços de Extensão, da Coordenadoria do Sistema Municipal de Bibliotecas - CSMB. O setor de Extensão levou a mesma Feira que acontece nos Parques Municipais da cidade, com uma diversidade de gênero e títulos da Literatura Nacional e Estrangeira, dos clássicos aos contemporâneos. Grandes romances, contos, crônicas, poesia, teatro. Todos ao lado dos gibis, que também se destacaram.
 

Sob uma tenda, estrategicamente montada, onde aconteceriam curiosas performances de atores, bem jovens, caracterizados, famosas personagens saltaram das páginas de romances de escritores como Machado de Assis e Clarice Lispector. Bem ao lado das bancas de troca, era possível conversar com Capitu, de Dom Casmurro, com Macabea de a Hora da Estrela, com Brás Cubas de Memórias Póstumas de Brás Cubas ou com o próprio autor Machado de Assis. Foi no mínimo empolgante presenciar e/ou participar dessas conversas, que ilustraram e enriqueceram o ambiente de nossa Feira de Troca e do espaço literário desse grande Festival de São Miguel.

 Mais empolgante ainda foi receber, aproximadamente, 2200 pessoas ávidas por Livro, Literatura e Leitura, em dois dias de Feira. O bacana mesmo foi perceber um brilho nos olhos de quem encontrou o título que procurava, mesmo que O Cortiço havia sido uma tarefa de leitura solicitada por seu professor. Não importa. Entre tantos outros, apareceu quem gosta de ler por puro prazer. Desde quem gosta de Chico Bento àquele que degusta Dostoiévski. A Feira de Troca de Livros e Gibis levou variedade necessária e disponível para que qualquer pessoa pudesse ampliar seu repertório e construir o seu gosto literário, sem preconceitos.

 Mesmo aquele que apenas passou pela Feira, pelo Festival, seja criança, jovem ou adulto, certamente levou consigo, no seu imaginário, a ideia de que o Livro, a Literatura e a Leitura, atraem muitas pessoas. Isso já é bem positivo quando se pensa na importância dos textos literários na vida de qualquer pessoa! E estas imagens denotam essa importância. O que dizer dessa grande Festa Literária de São Miguel? As outras regiões da cidade de São Paulo deveriam realizá-la, sem demora. Parabéns aos organizadores do Festival e, particularmente, a todos que se envolveram e/ou que trabalharam para a realização de nossa Feira de Troca de Livros e Gibis, no Festival de São Miguel.

Até a próxima parada!
Ônibus-Biblioteca: a Leitura em movimento


Nenhum comentário:

Postar um comentário