Páginas

quinta-feira, 4 de julho de 2013

CINE TELA BRASIL E ÔNIBUS-BIBLIOTECA: A MESMA ITINERÂNCIA


(Fonte: Programa Globo Cidadania)

Para saber um pouco sobre o Projeto Cine Tela Brasil, do qual o Ônibus-Biblioteca fará parte ficando em exposição, ao lado da tenda de exibição dos filmes, por dois dias alternados, em cada local, destacamos este link e acrescentamos abaixo alguns dados:


Cine Tela Brasil é a primeira sala de cinema do país que anda.
Vai de periferia em periferia, cidade em cidade, levando cinema de graça para a população que não tem acesso às salas convencionais.
Segundo o IBGE, 92% dos municípios brasileiros não têm nenhuma sala de cinema e nas cidades em que há cinema, o preço dos ingressos impede que a maior parte da população possa freqüentá-lo.

Nas sessões do Cine Tela Brasil, grande parte do público vê o cinema pela primeira vez.

HISTÓRICO
2011
O Cine Tela Brasil inicia o ano com novidades. O projeto vai viajar pela primeira vez para cidades do Maranhão, Bahia e Minas Gerais. Para saber mais sobre a itinerância, confira o cronograma.
2010
Os projetos Tela Brasil comemoram cinco anos de democratização do cinema em uma exposição no Memorial da América Latina, aberta ao público. 
As salas de cinema itinerante realizam 764 sessões em cidades de todo país. O Cine Tela Brasil ultrapassa a marca de 780 mil espectadores.

2009
As duas salas do Cine Tela Brasil percorrem mais de 80 cidades. O projeto ultrapassa os 600 mil espectadores.
2008
Em maio, é lançada a 2a sala de cinema itinerante, patrocinada pela Fundação Telefônica. Ao fim desse ano, o Cine Tela Brasil contabiliza mais de 460 mil espectadores, tendo sido percorridas mais de 70 cidades pelas duas unidades.
2007
Acontece na tenda a pré-estreia do filme Antônia, de Tata Amaral, na vila Brasilândia, periferia de São Paulo, onde o filme foi rodado. A sala também participa da Virada Cultural de SP. Ao fim do ano, a sala de cinema ultrapassa a marca de 300 mil espectadores.

2006
A sala abriga, em abril, um importante evento sobre cinema nacional, no campus da UFF em Niterói. Conta com a presença de nomes como Leopoldo Nunes, Kiki Lavigne, Domingos de Oliveira, Sandra Werneck, Cadu Rodrigues (Globo Filmes) e Pedro Bücher. Em dezembro, alcança 200 mil espectadores, na sessão em Santana de Parnaíba, interior paulista.
2005
O Cine Tela Brasil alcança a marca de 100 mil espectadores, na 42a cidade, ao longo de 504 sessões. A taxa de ocupação da sala é a maior do país, com média de 88%. Em junho, o cinema itinerante (instalado no Mube) sedia o evento Cinema Paulista em Debate, com seminários e palestras de diversos profissionais do audiovisual brasileiro. O projeto segue na estrada, com o intuito de promover e apoiar o cinema nacional.
2004
O Cine Mambembe recebe o patrocínio da CCR. Com incrementos de infraestrutura e qualidade, o projeto deixa de ser mambembe e passa a se chamar Cine Tela Brasil. Em novembro, estreia sua inédita sala de cinema itinerante.

Veja a programação na Revista Em Cartaz, da Secretaria Municipal de Cultura - SMC:

Até a próxima parada!

Ônibus-Biblioteca: a Leitura em movimento

Nenhum comentário:

Postar um comentário