Páginas

quarta-feira, 28 de março de 2012

Manoel de Barros nos movimentos de Outro, Outra Cia de Dança

ÔNIBUS-BIBLIOTECA DESTACA:

OUTRO, OUTRA CIA DE DANÇA

Fotos e texto: João B. A. Neto
Balneário São Francisco, zona sul, 24 de março
Movimentos delicados, significativos. Palavras ditas, sentidas. Histórias de chão, da terra, sons de pássaros e de formigas. Fases da alma de um homem poeta que fala da beleza do simples. Um grupo Outro, Outra Cia de Dança que desenha no ar movimentos de corpos soltos para contar histórias de Manoel de Barros, seja rolando na grama, tecendo a imaginação ou subindo em árvores. Gritos mudos dizem mil coisas. E elas, meninas de Barros, declamam contorcidas, porém levíssimas, sob batidas de tambor de onde sai um som puro de se ver. E a voz do poeta penetra como pancadas suaves que deixam escorrer belos poemas.

Até a próxima parada!
Ônibus-Biblioteca: a Leitura em movimento

Nenhum comentário:

Postar um comentário