Páginas

quinta-feira, 14 de julho de 2011

MARTA NOSÉ, COORDENADORA DO ÔNIBUS-BIBLIOTECA, FALA SOBRE ESCOLHAS E LEITURA...

ÔNIBUS-BIBLIOTECA
 DESTACA:

POR QUE ESCOLHEMOS LER?


*Marta Nosé Ferreira

No mundo atual, há inúmeras atividades profissionais e diversas profissões. De maneira geral, ao final da adolescência - início da juventude - fazemos nossa primeira escolha: em que trabalhar, que área escolher! Biomédicas, Exatas ou Humanas. Quem gosta de gente, de contato próximo com pessoas, escolhe Humanas. Em um leque de opções, buscamos em cada um de nós os interesses, os gostos, as vocações. E fazemos mais uma escolha: biblioteconomia, unindo duas paixões: pessoas e livros.

Completamos a graduação, iniciamos a vida profissional e entre idas e vindas, dúvidas e certezas, fazemos na verdade, a escolha profissional mais importante: aquela que vai ao encontro da nossa essência. Exercer a profissão em uma instituição universitária, escolar, jurídica, empresarial ou pública. Escolhemos a pública! E dentre as ofertas, mais uma vez, fazemos outra escolha: o Ônibus-Biblioteca.

Ao concluirmos a graduação, todos nos tornamos bibliotecários. Alguns viram profissionais da informação. Alguns são promotores da informação e uns poucos são mediadores da leitura. Para uma grande maioria de profissionais, o contato com o público se dá de forma ocasional e distante. À minoria, esse contato é a essência do seu exercício profissional.

Não são poucas as vezes que nos perguntam: O que vocês vão fazer em São Luís do Paraitinga? Por que vocês estão implantando um roteiro nesse fim de mundo? Ah, esses livros vão sumir naquele lugar!... E a resposta a todas essas perguntas é a mesma, e uma só: por causa daquela primeira escolha: as Humanidades, o ser humano, a visão humanista, onde o que nos move é o indivíduo. Sua história, suas necessidades, suas limitações, seus interesses, sua individualidade, sua especificidade.

Comprometimento faz muitos profissionais desempenharem bem suas funções durante o seu horário de trabalho. Envolvimento é o que nos faz ir além. Inclusive do horário de trabalho. É uma questão de paixão, de crença, de motivação. O tempo todo, a vida toda. Em cada ocasião.

E aonde entra a escolha pela leitura nisso tudo? Não estamos interessados em fórmulas e teorias. Não por menosprezo, mas, porque as deixamos aos teóricos e acadêmicos. Somos idealistas, porém, práticos. Queremos ação e por conta disso, vamos a campo. Adoramos ver os olhares, os sorrisos, a ansiedade dos gestos, as descobertas, a curiosidade. Ao vivo. Como protagonistas. A leitura cura, modifica, revela, transforma, suscita a imaginação, surpreende, provoca a curiosidade, instiga a reflexão, liberta a emoção, expressa os nossos sentimentos, os nossos pensamentos, mescla-se conosco, abre um leque de oportunidades, diverte, aconchega, nos dá voz, acolhe...

Muda o ser que lê e universo que o rodeia. É a mão da oportunidade estendida. De graça e de fácil alcance. Tantos autores, títulos e gêneros estão aí para serem apresentados ao leitor. Com certeza, algum cairá como uma luva. É só acertar na escolha. E ousar experimentar até encontrar. Mais do que números expressivos, a experiência do Ônibus-Biblioteca demonstra que se houver acesso, haverá leitor.

Basta que seja feita a aproximação, a sedução, por alguém que desmistifique a leitura e realmente se interesse pelo leitor. Porque ler é o que faz com que escolhemos compartilhar o que a leitura pode nos proporcionar. Faça também essa escolha: venha ler conosco! A todos vocês, boa viagem com a leitura. Porque você tem direito de escolher. De escolher o que a leitura fará ou não em você. Faça a sua escolha!

 *Marta Nosé Ferreira: bibliotecária e coordenadora dos Serviços de Extensão, do Sistema Municipal de Bibliotecas, que incluem os Ônibus-Biblioteca, Bosques da Leitura e Feira de Troca de Livros e Gibis, da cidade de São Paulo.

Até a próxima parada!
Ônibus-Biblioteca: onde se lê por prazer, também.

Nenhum comentário:

Postar um comentário