Páginas

sexta-feira, 24 de junho de 2011

DIÁRIO DE S.PAULO PUBLICA MATÉRIA SOBRE O ÔNIBUS-BIBLIOTECA...

ÔNIBUS-BIBLIOTECA DESTACA: 
MATÉRIA DO JORNAL
"DIÁRIO DE S. PAULO"

Brasilândia e Jd. Pedreira                                                                                      23/06/2011      18h07
Alô, vizinhança, o ônibus dos livros passa nesta sexta


Moradores da Vila Icaraí, na Vila Brasilândia, Zona Norte, e do Jardim Pedreira, na Zona Sul, recebem nesta sexta a visita do Projeto Ônibus-Biblioteca, que leva cerca de cinco mil livros pela cidade

Jussara Soares


DIÁRIO SP

Um ônibus diferente chega nesta sexta-feira à Vila Icaraí, na região da Brasilândia, Zona Norte, e no Jardim Pedreira, na Zona Sul. Em vez de transportar passageiros, o veículo transformado em uma biblioteca leva a chance para crianças e adultos experimentarem a leitura e descobrirem que ela pode ser saborosa. E o melhor é que não se paga nada por isso.

O Projeto Ônibus-Biblioteca começou este mês a ir mais longe. Agora seu roteiro inclui 16 bairros dos extremos das zonas Norte, Sul e Leste. Em todas as localidades, os veículos ficam com as portas abertas, das 10h às 16h, sempre no mesmo ponto do bairro, para que o público embarque em uma viagem pelas páginas de um dos cerca de cinco mil livros à disposição.

Para garantir a ampliação das visitas, a Secretaria Municipal de Cultura aumentou sua frota de quatro para seis veículos. Com os novos bairros, agora a biblioteca circulante chega a 36 pontos da cidade. A meta é até o fim de 2012 alcançar 12 ônibus e 72 bairros.
foto: EdIlson Dantas/Diario SP
Os ônibus-bibliotecas ficam sempre no mesmo dia
 e local nos bairros. Na Vila Esperança, ele esteve
na Praça Divino Pai Eterno
Na última terça-feira, o ônibus-biblioteca fez sua segunda visita à Vila Nova Esperança, na região do Jaraguá, na Zona Norte, onde vivem cerca de 12 mil famílias. E foi a atração da Praça Divino Pai Eterno. Só neste dia foram emprestados cerca de 200 livros. Outras dezenas foram lidas ali mesmo na pracinha, onde antes só se jogava bola na quadra.

Naquele dia o estudante Matheus Souza, de 11 anos, nem ligou para a bola. Foi direto ao ônibus em busca de uma outra diversão. "Gosto de histórias de aventuras." Ele saiu de lá com os livros "Rumo ao Anéis de Saturno" e "Nos tempos da Caverna".

Já Elisa Rodrigues da Silva, de 7 anos, ainda não sabe ler direito. Junta letra por letra com dificuldade e se apoia nas ilustrações para compreender a história, mas levou para casa três livros. "Quero ser arqueóloga. Preciso ler muito para saber todos os ossos dos dinossauros."

A coordenadora do Projeto Ônibus-Biblioteca, Marta Nosé Ferreira, afirma que adultos também se interessam. Os preferidos são a poesia de Mário Quitana, clássicos brasileiros como Machado de Assis e "A Hora da Estrela", de Clarice Lispector. Superam até a procura por livros de autoajuda.

"Se levar o livro vai até a população, existe o leitor. A vontade de ler é muito grande. O que não existe é o poder aquisitivo para comprar livros."
Fonte:
http://www.diariosp.com.br/_conteudo/2011/06/96313-alo+vizinhanca+o+onibus+dos+livros+passa+nesta+sexta.html
//-/-/-/-/-/-/-/-/-/-/-/-/-/-/-/-/-/-/-/-/-/-/-//
Até a próxima parada!
Ônibus-Biblioteca: onde se lê por prazer, também.

Nenhum comentário:

Postar um comentário