Páginas

quarta-feira, 16 de fevereiro de 2011

ENCANTO DE LUA, PAIXÃO DE LETRAS...

ÔNIBUS-BIBLIOTECA DESTACA:
O ESCRITOR ALONSO ALVAREZ
VOLTA E MEIA
TREMEMBÉ


Fotos: Maria de Fátima / Texto: João B. A. Neto
O grande escritor Alonso Alvarez pensando depois de ter pensado seus livros escritos publicados lançados no mercado e...

Ufa! Incrivelmente, Alonso não perdeu o fôlego: lá foi ele descansar sob uma sombra? Sim, um merecido descanso onde não se cansa de saborear suas obras com quem dará continuidade a elas. Quem? O Leitor, com L bem grande e importante!...

A pose: sentado, pés descansando sob o chão de pouca grama, olhar atento confirmado pelos óculos, dedos quase todos entrelaçados.

Tudo isso é sinal de mais pensamento de Alonso: estou no lugar que devo estar, por acaso chamado Tremembé, zona norte, fevereiro, dia 16, no Ônibus-Biblioteca.

Um belo cenário para crescer histórias, Leituras diversas, diferentes, além de achar o óbvio de que "sem Leitura, por que Livros?", concordam?...

O tempo de pensar de Alonso, naquele dia pensador, passou quase lentamente que deu tempo certo de Maria de Fátima registrar um pouco de pensamento literário, descrito aqui por nossas dançantes palavras. E por palavras sempre brincantes nas oficinas desse escritor que criou A paixão de A e Z...

E trouxe com seus pensamentos O Encanto da Lua Nova, que encantou a todos e a todas...

Naquele dia o encantamento da Leitura foi semeado e certamente caiu num terreno fértil e adolescente, com juras de FLO-RES-CER. Ah, isso penso certo que sim!...


De suas obras destacamos:

Um amor de livro, feito com amor, sobre o amor, escrito por Alonso Alvarez...um primor!!! Estamos falando de:

A paixão de A e Z – Uma história de amor no alfabeto, que Alonso Alvarez narra a história de amor entre as duas letras e a dificuldade de estarem juntas, pois além de "morarem" nos extremos do alfabeto, palavras capazes de uni-las não são ditas todo dia. Com os sinais gráficos transformados em personagens, fica menor a distância entre o pequeno leitor e o abecedário. Para ilustrar a história, a editora convidou Marcelo Cipis, que dá corpo a tão abstratos personagens com humor e leveza.

O Escritor Alonso Alvarez nasceu em São Paulo, capital. É editor da Ficções Editora.
Em 1985 criou e fundou a artepaubrasil. Editou grandes escritores como César Vallejo, Nicolás Guillén, Fernando Pessoa, Jorge Luis Borges, Augusto de Campos, Manoel de Barros, Paulo Leminski, entre outros.

Com a coleção ptyx, em 1991,
Publicou o livro Hé - Haikais, com Camila Jabur, e ilustrou o livro infantil A lua no cinema, de Paulo Leminski.

Venceu o II e III Encontro Brasileiro de Haikai, 1987 e 1988, da fundação Aliança Cultural Brasil-Japão.

Participou de várias antologias, entre elas:

100 haicaístas brasileiros, editora Aliança Cultural Brasil-Japão, 1990.

Antologia do haicai latino-americano, editora Aliança Cultural Brasil-Japão, 1993.

Antologia da nova poesia brasileira, editora Hipocampo, org. Olga Savary, 1992.

Em 2005, lançou o livro infantil O Encanto da Lua Nova.

Outras obras do autor:
HÉ - Haikai, com Camila Jabur. (Esgotado)
A lua foi ao cinema, Paulo Leminski / ilustrações: Alonso Alvarez. (Esgotado)

ESTRELAS MADURAS, com ilustrações de Erica Mizutani, pela Editora Ficções. (No prelo)

Fonte: http://www.ficcoes.com.br/livros/apaixaodeaez.html

Até a próxima parada!
Ônibus-Biblioteca: onde se lê por prazer.

Nenhum comentário:

Postar um comentário