Páginas

quarta-feira, 7 de julho de 2010

OFICINA LITERÁRIA DE ALONSO ALVAREZ: A VEZ DO LIVRO E DO LEITOR.

ÔNIBUS-BIBLIOTECA DESTACA: OFICINA LITERÁRIA DE ALONSO ALVAREZ!



Fotos de Maria de Fátima / Texto de João B. A. Neto.
A base da conversa: o livro... 

Tremembé, zona norte da cidade, quarta, dia 07: algo muito interessante vai tornar o dia destas pessoas bastante interessante, também...
Parte da comunidade de Tremembé, que frequenta o Ônibus-Biblioteca e aqueles que por lá passavam, tiveram uma grande surpresa: o grande escritor Alonso Alvarez lá estava para conversar sobre literatura, livros, leitura, sobre seu trabalho e, inclusive, sobre outros assuntos e saberes que os adolescentes, sempre curiosos, gostam de falar. E a leitura enriquece esses diálogos...

A dinâmica de Alonso prioriza o entendimento sobre a importância da leitura na vida de crianças e jovens, os quais demonstram interesse, principalmente quando eles têm com quem dialogar sobre o que leram ou sobre o que gostariam de ler. Alonso tem carisma para tratar de mediação de leitura em suas oficinas realizadas no Ônibus-Biblioteca...

Gerações diferentes e a mesma vontade: ler...


Uma atividade muito importante, no Ônibus-Biblioteca: formar rodas de leitura, num ambiente bem descontraído, onde grandes escritores, pertencentes à Liga Brasileira de Editoras - LIBRE, levam suas experiências, suas histórias, que conquistam a atenção de boa parte da comunidade local. É ou não é uma cena bonita de se ver?...

Adolescentes gostam de ler! Basta um leve empurrãozinho...

De um bom escritor, por exemplo...

Um escritor, com grande sensibilidade, para reunir jovens...


Que dê atenção à mamãe e à criança em seus primeiros passos rumo à leitura, ao livro...


Alonso Alvarez é esse escritor...

 Em seu encontro, no Ônibus-Biblioteca, as estrelas são o livro e o leitor...




Um amor de livro, feito com amor, sobre o amor, escrito por Alonso Alvarez...um primor!!!

Em A paixão de A e Z – Uma história de amor no alfabeto, Alonso Alvarez narra a história de amor entre as duas letras e a dificuldade de estarem juntas, pois além de "morarem" nos extremos do alfabeto, palavras capazes de uni-las não são ditas todo dia. Com os sinais gráficos transformados em personagens, fica menor a distância entre o pequeno leitor e o abecedário. Para ilustrar a história, a editora convidou Marcelo Cipis, que dá corpo a tão abstratos personagens com humor e leveza.

O Escritor Alonso Alvarez nasceu em São Paulo, capital. É editor da Ficções Editora.
Em 1985 criou e fundou a artepaubrasil. Editou grandes escritores como César Vallejo, Nicolás Guillén, Fernando Pessoa, Jorge Luis Borges, Augusto de Campos, Manoel de Barros, Paulo Leminski, entre outros.



Com a coleção ptyx, em 1991,
Publicou o livro Hé - Haikais, com Camila Jabur, e ilustrou o livro infantil A lua no cinema, de Paulo Leminski.
Venceu o II e III Encontro Brasileiro de Haikai, 1987 e 1988, da fundação Aliança Cultural Brasil-Japão.
Participou dae várias antologias, entre elas:
100 haicaístas brasileiros, editora Aliança Cultural Brasil-Japão, 1990.
Antologia do haicai latino-americano, editora Aliança Cultural Brasil-Japão, 1993.
Antologia da nova poesia brasileira, editora Hipocampo, org. Olga Savary, 1992.

Em 2005, lançou o livro infantil O Encanto da Lua Nova.

Outras obras do autor:
HÉ - Haikai, com Camila Jabur. (Esgotado)



A lua foi ao cinema, Paulo Leminski / ilustrações: Alonso Alvarez. (Esgotado)



ESTRELAS MADURAS, com ilustrações de Erica Mizutani, pela Editora Ficções. (No prelo)


Até a próxima parada!

Ônibus-Biblioteca: onde se lê por prazer.

Nenhum comentário:

Postar um comentário