Páginas

quinta-feira, 29 de julho de 2010

O DOUTOR CORDEL.

 ÔNIBUS-BIBLIOTECA DESTACA:

ADERALDO LUCIANO:
 DOUTOR E CANGACEIRO DO CORDEL!

Fotos: Maria de Fátima / Texto: João B. A. Neto.
O início: Tremembé, zona norte de São Paulo, dia 28 de julho, Aderaldo, Cordel e Leitora, sob sombras...

 
A luz do Cordel começa a dominar os espaços, abertos por Aderaldo Luciano, enquanto pequenos leitores, muito curiosos, começam a sentir o gostinho de Leitura no ar de Tremembé...

 
Quase totalmente sob a luz cordeliana, a menina e o livro se destacam na paisagem...

O grande especialista em Literatura de Cordel, faz contação de histórias...

O Doutor Cordel facilita a troca de ideias, além de incentivar o outro a ler estrofes em Cordel...


Os papais acima, camisetas branca e verde, fazem o bonito papel de incentivadores da Leitura, ao acompanhar seus filhos ao Ônibus-Biblioteca. Todos recebem especial atenção, também por parte de Aderaldo...

Um encontro que vale registrar: a Literatura de Cordel sendo disseminada, entre o público do Ônibus-Biblioteca, por um renomado estudioso da Literatura de Cordel, sem aquele rebuscamento da linguagem acadêmica, claro! E são nítidos o interesse e o grau de entendiemento, por parte das criamças...

Quem é Aderaldo Luciano?

Aderaldo Luciano é Doutor e Mestre em Ciência da Literatura, área de concentração Poética, com tese e dissertação sobre Literatura de Cordel. Licenciado em Letras pela UFPB, é professor universitário, poeta, músico e responde pelo editorial da Editora Luzeiro, de São Paulo, especializada em cordel. Ministra palestras e oficinas sobre Literatura de Cordel em todo o Brasil. Em 2009 desenvolveu o projeto Poezia Tradiccional do Nordheste apresentado nos centros culturais do município do Rio de Janeiro. Em 2010 está como oficineiro no Ônibus-Biblioteca da Secretaria de Cultura do Município de São Paulo divulgando o cordel.


Maiores informações:
http://adercego.blogsome.com/2010/05/23/entrevista-a-radio-unesp/

Aderaldo "CANGACEIRO", por quê?

Até a próxima parada!
Ônibus-Biblioteca: onde se lê por prazer.

Nenhum comentário:

Postar um comentário