Páginas

sábado, 20 de março de 2010

BRINCAR AO SOM DE LEITURAS DE CORDEL, NO JARDIM MIRIAM.

  
 Hoje, sábado cheio de luz, dia 18, o Ônibus-Biblioteca está a caminho de mais um roteiro.Será que tem algum(a) escritor(a) aí dentro? Veremos...

Árvores, nuvens e carros, se espalham pela Avenida Vicente Rao, para se esbaldarem nesse dia ensolarado...

E o Sol marca seu espaço aos pés das inúmeras árvores...

E já no Jardim Miriam, o Ônibus também marca seu espaço. Um espaço de Leitura, que hoje recebe, cheio de honra, o fenomenal Cordelista Costa Senna e a fantástica Ilustradora Selma Maria, a quieta. Ao fundo,  a atendente Ana Claudia, recepciona delicadamente os primeiros leitores do dia, ensolarado...

Outra atendente, Silene, serenamente aguarda a chegada dos leitores, do dia en-so-la-ra-do...

Orgulhoso, merecidamente, Costa Senna mostra seu mais recente trabalho: O Rabo da Raposa...

Com seu jeito tranquilo, Selma atrai atenção com seus brinquedos quietos, feitos de materiais simples, como tampas, madeira, linhas etc...

O moço admira a nova obra de Senna, enquanto o filho do moço brinca, quieto...

O moço, um pai bem participativo, insere o filho no mundo da Leitura e do brincar simples, onde o pião feito com tampa e palito gira, gira, com mesma rapidez com que a criança abre um sorriso, sob olhares de aprovação de Selma e de Senna...

Isabel, uma leitora de mão-cheia, troca mil ideias com Senna, enquanto Selma prepara um brincar, quieta...

A menininha, concentradíssima, lê imagens do livro de Selma. Antes, Senna tinha lido estrofes de seu Cordel para a pequena leitora de imagens...

No movimento do dia ensolarado, as meninas e o menino tentam fazer o pião, feito de tampa e palito, girar eternamente, mas o brinquedo simples e quieto quer pular da mesa pra ganhar o mundo...

E cena como a desta menina, aquela que lia imagens, cada vez mais é comum nas Oficinas Literárias trazidas pelo Ônibus-Biblioteca, através de convênio feito com a Liga Brasileira de Editoras - LIBRE. É a Leitura dominando mundinhos de crianças, adolescentes, jovens e adultos, para que todos possam ser bons leitores, eternamente...

Mas sem nunca deixar morrer a criança que vai continuar existindo dentro de cada um de nós. E o brincar, simples, é uma das maneiras de resgatarmos tudo que vivemos de bom no passado, e construirmos um futuro muito mais saudável, quieto, ao som de Cordel, entre outras leituras...

Algo mais sobre Costa Senna em:


E sobre Selma Maria em:




Até a próxima parada!

Ônibus-Biblioteca: onde se lê por prazer.

Nenhum comentário:

Postar um comentário