Páginas

domingo, 10 de janeiro de 2010

Aderaldo Cangaceiro, Patricio Casco, Izilda Oliveira: mais um belo encontro no Ônibus-Biblioteca.

Não há como negar: os roteiros do Ônibus-Biblioteca já não são mais os mesmos, porque em boa parte deles há novidades, em termos de oficinas. Sim, a partir daquele convênio feito com a Liga Brasileira de Editoras - LIBRE, a leitura ganhou a companhia de outras artes, e de outros profissionais também.

Tudo isso só vem acrescentar culturalmente o cotidiano de pessoas atendidas pelo Ônibus-Biblioteca, lá, naquelas comunidades, um pouco distante, onde não há equipamentos culturais...

Fotos e texto de João B. A. Neto
Sábado, dia 9, o Ônibus-Biblioteca chega ao Jardim Miriam, zona sul da cidade...


Antes, ele passou pela Cupecê: avenida de grande circulação de veículos. Mais adiante fica a sua parada, onde além de livros, revistas, jornais, vai receber outras visitas bem legais...

Foto extraída do blog do autor
Uma das visitas é a deste "Cangaceiro"...


A outra visita: Patricio Casco e sua esposa Izilda. Esses dois, já apresentados aqui no Blog, representam a idéia de criar jogos, a partir de jogos tradicionais, onde a criança bota a imaginação pra funcionar, além de praticar a escrita ao descrever o jogo criado, incluindo as regras e explicações de como se joga...


Capa do livro que representa bem o trabalho de Patricio...


Outro livro de Patrício: amor ao esporte. Todo esse sentimento é repassado às crianças e jovens que participam de sua oficina...


Aqui, D. Joselita acompanha o momento em que sua netinha Andressa, de 7 anos de idade, desenha a criação de jogo. A carinha de Andressa é de pura satisfação...

E retomando a visita de um cangaceiro, nada mais é que a ilustre presença de um grande pesquisador, formado em Literatura pela Universidade Federal do Rio de Janeiro. Trata-se de...


 
Aderaldo Luciano: pesquisador, professor, músico e poeta, além de expressivo conhecedor do universo do cordel. Registramos o doutor repassando seus conhecimentos às frequentadoras do Ônibus-Biblioteca. Em sentido horário: Jéssica, a menina Janys, de 5 anos de idade, e Vera Lúcia...


A riqueza, em Cordel, foi exposta por Aderaldo, para que a comunidade de Jardim Miriam pudesse conhecer grandes autores dessa "suprema literatura nordestina", como diz o próprio Aderaldo, mais conhecido como Aderaldo Cangaceiro.

Cangaceiro, seja talvez, para contrapor com a sua figura de pesquisador de universidade, justamente por entrar no imaginário de nossa cultura, inclusive a nordestina, sempre marcada pela presença de Lampião, o cangaceiro, seja na poesia de Patativa do Assaré ou nas peças, em barro, de Mestre Vitalino. Aderaldo, apesar de não se achar, é poeta, também...


Aderaldo Cangaceiro escreveu  "O Auto de Zé Limeira" sobre o lendário cantador das terras agrestes.

Não tem mais volta, o Ônibus-Biblioteca quer levar livros, jornais, revistas, para leitura, por prazer, além de muitas outras formas de expressão cultural, para que as comunidades visitadas tenham acesso a todas as linguagens artísticas, de modo bem descontraído, ao mesmo tempo atento à riqueza de informações, para que todos façam bom proveito delas, no seu cotidiano...

 
Feliz encontro: mentes brilhantes que ao resgatarem nossa cultura, bem fundamentadas, nos dão a prova de que a humanidade é mantida por "anjos", em diferentes áreas!!!

Algo mais sobre Aderaldo Cangaceiro em:

Sobre Patricio Casco em:




Até a próxima parada, e um excelente 2010 pra todos nós!!!


Um comentário:

  1. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir